Mergulho com lobos-marinhos: atividade obrigatória em Cape Town

Lobos-marinhos-do-cabo (Arctocephalus pusillus), os maiores lobos-marinhos do mundo em Duiker Island, África do Sul – Foto: Flashpacker Travelguide

Capítulo 9 da série Cidade do Cabo: passeios para contemplar a natureza

Era o dia do passeio que eu mais queria fazer na Cidade do Cabo (Cape Town): mergulho com lobos-marinhos. Fechamos tudo com antecedência com a Cape Town Bucket List e nos dirigimos para Hout Bay.

[Veja a introdução da série Cidade do Cabo: passeios para contemplar a natureza]

[Veja o capítulo 8 da série Cidade do Cabo: passeios para contemplar a natureza]

O lobo-marinho-do-cabo (Arctocephalus pusillus) é o maior lobo-marinho do mundo. O macho pode chegar a mais de 300 quilos e cerca de 2,30 metros de comprimento. A fêmea é bem menor. Em média, pesa cerca de 85 quilos e não passa de 1,65 metros – Foto: Tim Sheerman-Chase/ Creative Commons

Hout Bay. Vista de um dos mirantes da Chapman’s Peak Drive, África do Sul – Foto: Fábio Paschoal

Encontramos com o pessoal da empresa, recebemos as instruções, vestimos as roupas de neoprene, pegamos máscaras, snorkels e pés de pato e embarcamos rumo à Duiker Island. O bote seguiu em alta velocidade até chegar à ilha. Todo mundo estava com as expectativas lá no alto, mas ninguém estava preparado para o que iríamos encontrar: cerca de 10 000 lobos-marinhos-do-cabo rodeavam a embarcação!

Enquanto alguns nadavam, outros descansavam nas pedras. Caímos no mar imediatamente. A água, extremamente gelada, entrou pela roupa de mergulho, escorreu pelas minhas costas e o calafrio se espalhou por todo o meu corpo. Naquele momento tinha a certeza de que não iria aguentar até o final do passeio (o mergulho tem duração de uma hora).

Quando consegui me controlar, comecei a curtir o passeio. Havia milhares de lobos-marinhos-do-cabo nadando conosco. Os filhotes eram os que mais interagiam com a gente (sem contato físico para respeitar os animais). Eles chegam bem próximos, olham no nosso olho e, as vezes, copiam nossos movimentos. Um dos pequenos chegou a morder minha nadadeira porque queria brincar. É uma sensação incrível!

A interação é tão intensa que você esquece do frio e não vê o tempo passar. Quando me dei conta a hora já tinha acabado e os guias já chamavam para voltar para o bote. O frio intenso foi curado com um chocolate quente servido no barco, mas o sorriso não saia do rosto de ninguém. Que experiência fantástica!

Foi uma ótima maneira de encerrar nossos dias na Cidade do Cabo. Era hora de conhecer outros lugares da África do Sul. A Garden Route e o Kruger National Park esperavam por nós.

Veja a série Rota Jardim / Garden Route: 5 dias pelo litoral da África do Sul

Veja a série Kruger: guia prático para organizar seu safári na África do Sul

Veja o Roteiro: 20 dias na África do Sul de carro

DICAS

  • Faça o mergulho com leões-marinhos-do-cabo. Vanessa, minha namorada, não sabe nadar muito bem, mas  as roupas de mergulho ajudam na flutuação e uma das guias ficou com ela durante todo o mergulho.
  • Gostamos bastante da Cape Town Bucket List. Para fazer o passeio com eles é bom reservar com antecedência no site da empresa.
  • Leve ou alugue uma Go Pro. Fomos sem câmera e nos arrependemos muito.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s