Dia Mundial do Leão (10 de agosto)

Leão (Panthera leo). O macho tem um papel importante no grupo: ajuda a abater presas maiores (como búfalos, hipopótamos e elefantes) e expulsa os jovens machos e evita o cruzamento entre irmãos - Foto: Fábio Paschoal

Leão (Panthera leo). O macho tem um papel importante no grupo: ajuda a abater presas maiores (como búfalos, hipopótamos e elefantes) e expulsa os jovens machos e evita o cruzamento entre irmãos – Foto: Fábio Paschoal

Hoje (10 de agosto) é o Dia Mundial do Leão (World Lion Day). A data foi criada com objetivo de proteger e expandir o habitat do felino e obter apoio para a conservação da espécie.

Encontrados na África e na Ásia, os leões (Panthera leo) são os mais sociais de todos os felinos. Fêmeas da mesma família formam bandos, enquanto os machos se unem em coalizações para tentar conquistar um grupo de fêmeas. Caçam de forma cooperativa e podem derrubar presas grandes, como girafas, búfalos, hipopótamos e até elefantes. Mas também se alimentam de animais de pequeno porte e, em situações de desespero, podem comer carniça.

[Veja o post: A morte do leão Cecil inicia o debate: a caça esportiva pode ajudar na conservação?]

[Veja o post: Leões: caçadores solidários, predadores egoístas]

Os leões são predadores que se encontram no topo da cadeia alimentar, controlam a população de presas, abatem os indivíduos mais vulneráveis, eliminam portadores de doenças e são essenciais para a manutenção de um ecossistema saudável.

Leão (Panthera leo). As fêmeas formam bandos e caçam em grupo em uma ação coordena pela leoa mais experiente do grupo - Foto: Fábio Paschoal

Leoa (Panthera leo). As fêmeas formam bandos e caçam em grupo em uma ação coordena pela leoa mais experiente – Foto: Fábio Paschoal

Infelizmente, a caça em retaliação pela morte de pessoas e do gado, a destruição do habitat e a venda de ossos para a fabricação de medicamentos (eles entram como substitutos dos ossos de tigre que se tornam cada vez mais raros) estão fazendo a população de um dos predadores mais formidáveis do mundo diminuir. As estimativas, segundo a  IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza, na sigla em inglês), indicam que a população de leões na natureza está entre 30 mil e 100 mil indivíduos. Nada mais justo do que um dia para lembrar da importância desses felinos extraordinários para o planeta.

National Geographic, em parceria com Dereck and Beverly Joubert, lançou o projeto Big Cats Initiative, com o compromisso de salvar tigres, onças, leões, leopardos, guepardos e outros grandes felinos. O objetivo é sensibilizar as pessoas e implementar mudanças para a dramática situação enfrentada pelos animais. Saiba como ajudar no link http://animals.nationalgeographic.com/animals/big-cats-initiative/get-involved/

Os leões estão na categoria vulnerável na lista vermelha de animais ameaçados de extinção da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza, na sigla em inglês) - Foto: Fábio Paschoal

Os leões estão na categoria vulnerável da lista vermelha de animais ameaçados de extinção da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza, na sigla em inglês) – Foto: Fábio Paschoal

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s